19 outubro 2010

1º CURSO DA PSP PARA SEGUIR ADEPTOS - Prevenção ou repressão?

"Treinar polícias para «seguirem» claques


Autoridades querem ganhar confiança de adeptos e sempre «com calma».
A PSP está a especializar polícias no acompanhamento de claques de futebol. É o primeiro curso do género que se faz em Portugal. Para muitos adeptos, as rasteiras de bancada fazem parte do jogo e, neste jogo, todos são adversários. Polícias, seguranças, árbitros e claques de outros clubes.

O objectivo é ganhar a confiança dos adeptos e melhorar a intervenção junto das claques de futebol. A primeira lição: «Manter a calma».

Em 10 dias, treinam 30 polícias e faz-se exercício final de acompanhamento de adeptos entre a estação da cruz quebrada e o estádio nacional, em Oeiras. A polícia não quer violência mas conta com ela.

Em Portugal há 27 claques registadas, num total de 11 500 adeptos. A policia admite que das 15 claques mais complicadas os adeptos do Porto, Benfica e Sporting são os que dão mais trabalho. À boca pequena apontam os No Name Boys, como a claque mais difícil de controlar."