07 janeiro 2010

Tribunal: FERNANDO MADUREIRA CONDENADO - Venda de bilhetes, resistência e coacção [3]


Fernando Madureira condenado a um ano de prisão com pena suspensa


Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, foi condenado pelo tribunal a uma ano de prisão com pena suspensa por crimes de resistência e coacção a polícias. Outros dois membros da claque foram igualmente condenados a pena suspensa, conforme sentença lida hoje nos juízos criminais do Porto. O caso ocorreu em 12 de Outubro de 2005, junto ao Estádio do Dragão, no Porto, quando elementos da PSP abordaram dois indivíduos (Adriano S., agora com 80 anos, e Bruno M., de 28, também arguidos no processo) por suspeitas de que se dedicavam à venda ilícita de bilhetes para o jogo F. C. Porto-Benfica, a realizar--se quatro dias depois. Os ingressos tinham marcado o preço de 20 euros, mas seriam vendidos por 50 euros. Enquanto o mais velho estava na posse de seis bilhetes e de 260 euros em dinheiro, o jovem tinha 16 bilhetes e 670 euros. Os polícias informaram-nos, então, de que teriam de ser transportados à esquadra para identificação. Foi na altura em que Adriano já estava dentro de um carro da PSP que surgiram Fernando Madureira, Hélder M. e António O., acompanhados, segundo a acusação, por mais de 20 indivíduos da claque portista. O objectivo: "soltarem" o arguido e "impedir a actuação dos agentes". O grupo, cujos restantes elementos não foi possível identificar, terá rodeado, empurrado e agarrado os polícias, além de desferir murros e palmadas na viatura policial. Adriano S. acabaria por conseguir sair do carro e evitar ser levado para a esquadra. Os três, sustenta o Ministério Público, ainda terão dito aos polícias: "Isto não fica assim, vou f...-vos e, vou fazer-vos a folha". Estão a ser julgados por resistência e coacção.


Fonte: JN

04 janeiro 2010

Futsal: UNIÃO LEONINA NO PAZ E AMIZADE - Sporting 2-0 Benfica


Mais... AQUI