08 dezembro 2009

Belenenses: PSP DO PORTO DÁ RAZÃO À FÚRIA AZUL - FC Porto 1-1 Belenenses [1]


PSP pede desculpa ao Belenenses


O Comando Metropolitano da PSP do Porto apresentou um pedido de desculpas ao Belenenses por ter impedido a claque Fúria Azul de entrar no Estádio do Dragão com símbolos do clube.

Foi no dia 4 de Novembro que o Belenenses jogou e empatou no terreno do FC Porto. Apesar da felicidade pelo resultado, os responsáveis do clube queixaram-se da acção da polícia.

Numa nota enviada pela PSP do Porto ao clube e publicada no site oficial do Belenenses, o comando metropolitano assume o erro e pede desculpas.

«Foi por V. Ex.ª enviada a este Comando carta registada com aviso de recepção datado do dia 02 de Novembro de 2009, na qual vem solicitado esclarecimento sobre os factos ocorridos com adeptos do Clube de Futebol “Os Belenenses”, no Estádio do Dragão no passado dia 30 de Outubro de 2009, no qual não teria sido permitida a entrada de faixas de apoio à equipa.

Por existirem ainda dúvidas sobre a interpretação e a aplicabilidade da Lei 39/09 de 31 de Julho, não foi permitido a entrada de qualquer material relacionado com o grupo de adeptos “Fúria Azul”, assim como as faixas transportadas por estes, uma vez que segundo o art.º 15, nº 1 - Registo dos grupos organizados de adeptos, e o art.º 24, nº 1 - Condições especiais de permanência dos grupos organizados de adeptos da Lei 39/09, apenas os Grupos Organizados de Adeptos (GOA) registados na Comissão para a Ética e Segurança no Desporto, é que estão habilitados a poder entrar com materiais ou artigos pertencente ao GOA.

Assim, não foi na altura percepcionado no local, que as faixas transportadas pelos adeptos do CF “Os Belenenses”, não efectuavam qualquer menção ao GOA, podendo e devendo assim ser admissível a sua entrada.


Face ao exposto, e uma vez verificado que não existiria razão justificativa para a interdição verificada, este Comando apresenta as suas desculpas, tendo sido tomadas medidas que obstem a que situações idênticas se venham a repetir.

»
A nota enviada ao clube é assinada pelo intendente Francisco Teles, comandante em substituição do comando Metropolitano do Porto.



Fonte: ABola

1 comentário:

Anónimo disse...

http://ultrasfuriaazul1984.blogspot.com/2009/12/analise-ao-comunicado-da-pspporto.html

Aí está a resposta muito bem feita da Fúria Azul e que serve também para a maioria dos grupos que em Portugal lutam com este problema.
É preciso combate-los também com as suas próprias armas usando a cabeça.

Enviar um comentário