06 dezembro 2008

No Name Boys: MP INVESTIGA "FORNECEDOR" DE BILHETES - Operação “Fair Play” [5]




MP investiga "fornecedor" de bilhetes dos No Name


Suspeitas. Investigação à claque demonstrou que havia elementos com centenas de bilhetes antes dos jogos. Mas nem as escutas nem as vigilâncias serviram para apurar a origem desses ingressos. O Benfica defende-se, garantindo que estes eram comprados nas bilheteiras Como é que elementos dos No Name Boys tinham acesso a 500/700 bilhetes para os jogos do Benfica? Esta é a pergunta que a investigação à claque benfiquista, que levou à prisão preventiva de cinco dos seus elementos, ainda não esclareceu. Segundo adiantou ao DN uma fonte directamente ligada ao processo, "as escutas e a investigação revelam que eles tinham acesso a muitos bilhetes antes dos jogos, na ordem dos 500/700" mas, pelas conversas interceptadas, não dá para identificar o "fornecedor". O interesse dos procuradores da Unidade Especial para o Crime Violento (UECV) do DIAP de Lisboa prende-se com o facto de a distribuição e posse daqueles bilhetes poder ser considerado como um crime de "distribuição irregular de títulos de ingresso", previsto na Lei contra a Violência no Desporto. A pena vai desde 500 dias de multa até três anos de cadeia. Perante tal quantidade de ingressos, a dúvida está na origem dos mesmos. Se foi o Benfica a, informalmente, fornecê-los ou se os elementos dos No Name Boys esperaram pacientemente nas filas da bilheteiras para os adquirir. "O Benfica não deu bilhetes à claque", disse ao DN João Gabriel, director de comunicação do clube, remetando mais explicações para as declarações do assessor jurídico do clube, Paulo Gonçalves, para o DN de 18 de Novembro. Ora, na altura, o jurista afirmou: "Posso garantir que as claques não têm bilhetes mais baratos para os jogos que se realizam no Estádio da Luz. Eles não precisam de descontos, a maioria é sócio com lugar cativo". Quanto aos jogos fora de casa, Paulo Gonçalves declarou que os bilhetes enviados pelo clube visitado são repartidos entre as bilheteiras do estádio e as casas do Benfica. Certo é que, segundo João Gabriel, nenhum dirigente do Benfica foi até agora notificado para prestar declarações sobre os bilhetes que, normalmente, estavam na posse dos No Name Boys. Seja como for, as investigações indiciam fortemente que os bilhetes na posse do núcleo duro da claque seriam, posteriormente, revendido a um preço mais alto... LER mais... AQUI


Fonte: DiáriodeNotícias

Adeptos: ESPANHA ABRE PRECEDENTE COM «PRINCÍPIO DE IMPUTAÇÃO RECÍPROCA» - ... Liberdade para Santos! [4]


... Apesar de não ter ficado provado que foi Mirasierra, membro da claque «Comando Ultra 84», que lançou a cadeira que atingiu um agente da autoridade, o tribunal considerou o réu culpado do «princípio de imputação recíproca», uma vez que se encontrava no local de onde foi lançado o objecto... LER mais... AQUI


Fonte: ABola

Commando Ultra 84 boicota jogo com At. Madrid... LER mais... AQUI

Taça UEFA: "TUGAS" PERDEM RB LOMAR PARA HOLANDESES - Heerenveen 1-2 Braga


05 dezembro 2008

Espanha: MIRASIERRA CONDENADO A TRÊS ANOS DE PRISÃO - ... Liberdade para Santos! [3]


Adepto do Marselha condenado a três anos e meio de prisão


Santos Mirassierra foi condenado a cumprir três anos e meio de prisão efectiva. O juiz considerou como provado o crime de desrespeito à autoridade. No entanto, foi absolvido da acusação de desordem pública.

O Ministério Público pedia uma pena de oito anos, pelo somatório das duas acusações, a defesa contrapunha com uma pena não superior a onze meses de prisão. O tribunal optou por aplicar uma pena intermédia, pois considerou que não era possível provar que Santos Mirasierra arremessou uma cadeira contra um polícia. Recorde-se que esta era a acusação mais grave que pendia sobre o adepto.

Os advogados de Mirasierra já fizeram saber que vão recorrer da sentença.

O adepto francês foi detido e posteriormente julgado na sequência dos confrontos que ocorreram durante o jogo entre At.Madrid e Marselha para a Liga dos Campeões, no início de Outubro, do qual resultou até o castigo dos espanhóis disputarem um encontro da competição à porta fechada.

Nos últimos tempos, desde que Santos Mirasierra ficou em prisão preventiva à espera de julgamento, uma imensa onda de apoio surgiu em favor do adepto francês. Sobretudo da parte de outros adeptos, que um pouco por todos os estádios mostraram solidariedade com adepto do Marselha. Mas também de outros quadrantes, como por exemplo Zidane.



Fonte: Maisfutebol

Zidane defende adepto do Marselha detido... LER mais... AQUI

03 dezembro 2008

No Name Boys: 24 HORAS ATACA NOVAMENTE - Operação “Fair Play” [4]



O Enorme 24h


O 24h tem estado na "vanguarda" das investigações da Operação "Fair Play". E depois de tanta asneira tem hoje mais uma pérola.

Segundo o 24h (que podem ler aqui) há um diálogo curioso nas escutas em que se discutem preços de bilhetes entre os 13 e os 15€. Decide-se os 15€ para comprar "a placa"...

Segundo o mesmo jornal a placa é uma "placa de haxixe"que prova indubitavelmente a teoria que havia compra de droga com o dinheiro dos bilhetes...

Segundo o que sabemos trata-se de uma placa para a campa do Gullit...

(...)

(já agora e após uma pequena pesquisa na net, encontramos isto)



Fonte: Velho Estilo


(...): "CLAQUES NÃO SÃO BANDO DE CRIMINOSOS" - (...) [3] - LER mais... AQUI


(...): LÍDERES DETIDOS PELA PSP - (...) [2] - LER mais... AQUI


(...): PSP FAZ BUSCAS E DETENÇÕES - (...) [1] - LER mais... AQUI

01 dezembro 2008

Solidariedade: ICS/UE... LIBERDADE PARA SANTOS! [2] - Ultra OM, Preso arbitrariamente [2]




(Foto: Ofensiva1906)

VER mais FOTOS... AQUI


Espanha: ULTRA OM, PRESO ARBITRARIAMENTE [1] - 46 dias depois... Liberdade para Santos! [1] - LER mais... AQUI


Adepto do Marselha começou a ser julgado - LER mais... AQUI

30 novembro 2008

Champions L.: PORTISTAS EM ISTAMBUL - Fenerbahçe 1-2 FC Porto



Mais FOTOS e VÍDEOS... AQUI